Twitter

A estratégia do @_CDSPP não se move um milímetro na procura de ter cada vez mais contribuições do nosso lado para o número de 116 deputados e também poder disputar uma primeira escolha #aAlternativaSomosNós

Nuno Brito, 44 anos, lisboeta e descendente de alfacinhas há, pelo menos, quatro gerações. Autarca em São Domingos de Benfica, desde 2013, candidato-me pelo CDS-PP para continuar o vasto trabalho que tem sido levado a cabo.
O CDS-PP tornou-se a principal fonte de oposição na Assembleia de Freguesia. Ao longo deste mandato estivemos presentes, junto do freguês, nos mais diversos locais: Bairro das Furnas, D.ª Leonor, São João, Grandela, Palma, Alto dos Moinhos, Laranjeiras.

Materializámos as nossas políticas e preocupações com propostas na Assembleia de Freguesia. Fomos, aliás, a força política que mais propostas de trabalho apresentou nas referidas Assembleias.

Estamos cientes da realidade da Freguesia de São Domingos, nomeadamente a escassez de lugares de estacionamento, das obras subjacentes à doutrina socialista. Estamos na linha da frente da ação social e deixámos vincado o nosso desagrado com a ausência de uma linha de conduta relativamente à sustentabilidade socialista no setor económico. Somos pioneiros na defesa da cultura, nomeadamente na permanência do Museu da Música na cidade de Lisboa. Já no âmbito desportivo, as nossas críticas são mais suaves. Todavia, não nos revemos na distribuição do orçamento neste pelouro.

A concluir, a coligação NOSSA LISBOA (CDS-PP/MPT/PPM) em São Domingos de Benfica, defende incondicionalmente a integração da educação sob a tutela do Estado. Contudo, não nos revemos na forma pouco digna como o executivo Socialista tratou a Associação de Pais das Laranjeiras que, durante 17 anos, assumiu responsabilidades que são inerentes ao Estado Português.

A coligação Nossa Lisboa propõe-se a humanizar e a dinamizar as relações entre pessoas e instituições porque, esses sim, são o melhor de São Domingos de Benfica.