Twitter

Sou a favor da continuação de Joana Marques Vidal e faço um apelo ao senhor Presidente da República para ouvir os partidos nesta matéria. Esta é uma competência do Governo e, depois, uma nomeação do Presidente da República, portanto, tudo se joga entre PM e PR.

Caros fregueses,
É com alegria e espírito de missão que aceitei o desafio de ser candidata à presidência da Junta de Freguesia da Estrela, como independente indicada pelo CDS, pela coligação NOSSA LISBOA.

Nasci em Lisboa, na freguesia de São Jorge de Arroios, tendo crescido e vivido sempre nesta cidade. Sou residente na Lapa, hoje incorporada na Freguesia da Estrela, desde criança, há cinquenta e cinco anos.
Licenciada em Direito, exerci diversas funções na Administração Pública de que saliento o trabalho como Adjunta e Assessora, integrando os Gabinetes de vários Ministros e Secretários de Estado da Administração Interna, bem como, cargos de direção superior designadamente o de Subdiretora-Geral da Direção Geral de Viação.

Para além da atividade profissional, desempenhei também cargos diretivos em associações não lucrativas.
Ao longo da minha vida sempre dediquei especial atenção a todos os aspetos culturais, sendo “Amiga do Museu de Arte Antiga”, frequentadora assídua de concertos e uma apaixonada pela leitura, e também uma conhecedora da cultura europeia, com grande apetência e facilidade para o contacto com comunidades estrangeiras.

As atividades de apoio social e de solidariedade, constituem outra das minhas áreas de interesse, às quais dedico particular atenção.

Atenção aos outros, dedicação, persistência e procura do bem comum têm norteado a minha vida e constituem os elementos centrais desta candidatura que se inspira no desejo de conhecer as pessoas para, a partir do conhecimento concreto, procurar melhorar as condições de vida na nossa Freguesia.

A atenção às necessidades sociais que se verificam nesta autarquia, cheia de contrastes sociais.
A mobilidade e estacionamento, bem como a atenção aos espaços verdes e limpeza são as principais vertentes do meu pensamento relativo à melhoria da qualidade de vida nesta zona histórica de Lisboa.

Estou convicta que poderemos fazer mais pela Estrela. Para atingir esse desígnio, conto com o contributo de todos.